Albatin

Compartilhe esse Artigo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Albatin

Albatin, é uma solução estável do ALA-P (aminoetilfosfinico), análogo da alanina. É um agente despigmentante, com mecanismo de ação diferenciado.

Propriedades:

  • Ativo seguro
  • Não citotóxico
  • Mecanismo de ação diferenciado

Mecanismo de ação:

Na ausência de cisteína (glutationa), a dopaquinona é convertida em ciclodopa (leucodopacromo) e está em dopacromo. Há duas vias de degradação de dopacromo: uma que forma DHI (dopa,5,6 diidroxiindol) em maior proporção; e outra que forma DHICA (5,6 diidroxiindol-2-ácido carboxílico) em menor quantidade. Este processo é catalisado pela dopacromo tautomerase (Tyrp 2-Dct). Finalmente, estes diidroxiindóis são oxidados à melanina (ITO, 2003).

O Albatin, estabiliza a dopacromo, uma das moléculas intermediarias na síntese de melatonina, além de inibir a enzima tautomerase dopacromo.

Atividade IN Vitro:

  • Um estudo foi realizado para avaliar a atividade de Albutin em células. Cinco culturas diferentes de melanócitos foram feitas, sendo um controle, que não recebeu irradiação UV e outras 4 culturas que sofreram radiação UV. Dentro destas culturas que sofreram radiação, uma não foi administrada com nenhum ativo, uma cultura foi tratada com ácido kójico 3,3mM, outra com ácido ascórbico3,3mM e uma última com Albatin 0,5mM.

Referencias:

Literatura do fabricante – Exsymol Sam

Ito S. A chemist’s view of melanogenesis. Pigment Cell Res. 2003;16:230-6.

Deixe uma resposta

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.