Lactobacillus gasseri – Novo conceito para perda de peso

Compartilhe esse Artigo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A obesidade está associada a alteração na microbiota intestinal. Diferentes espécies de lactobacillus estão associados a diferentes efeitos nas mudanças de peso. Vários estudiosos mostraram que o L. gasseri está associado com a perda de peso, comprovado por estudos realizados em humanos e animais (MILLION et al., 2012). O uso do Bifidobacterium ssp. foi  correlacionado com a melhora na tolerância glicose, na secreção de insulina induzida por glicose, e normaliza a inflamação (diminui a endotoxemia, citocinas pró-inflamatórias no plasma e no tecido adiposo) (CANI et al., 2007). Outro probiótico estudado é o L. plantarum que mostra redução da massa gorda, pela modulação da adipogênese em preadipócitos em maturação (PARK et al., 2011).

O Lactobacillus gasseri é um probiótico isolado do leite materno, e estudos realizados em ratos tem mostrado uma inibição no ganho de peso e de tecido adiposo, e redução dos níveis de glicose em camundongos com Diabetes Tipo II. Kang e colaboradores (2013) realizaram um experimento com camundongos para observar e elucidar o mecanismo envolvido. Para tal, camundongos C57BL/6 receberam dieta normal, dieta rica em sacarose ou dieta rica em sacarose contendo L. gasseri, por 10 semanas. Os resultados mostraram que o grupo tratado com L. gasseri apresentaram significativa redução no peso corporal e do tecido adiposo. Através de experimentos, os autores concluíram que o probiótico reduz o peso e a gordura corporal através do aumento da expressão de genes relacionados com a oxidação de ácido graxos, e pela redução dos níveis de leptina.

Figura 1Estudos tem mostrado também que o L. gasseri inibe a absorção de gordura da dieta em ratos e exerce um efeito protetor sobre a adiposidade abdominal em ratos. Para estudar este efeito em humanos, foi avaliado o uso do L. gasseri na resposta pós-prandial ao lipídeo sérico em Japoneses com hipertriacilglicerolemia, após ingestão de alta carga de gordura. Os resultados mostraram uma redução nos níveis séricos pós-prandial de ácidos graxos não esteroidais e triacilglicerol, sugerindo uma contribuição na redução do risco de obesidade e diabetes mellitus tipo II (OQAWA et al., 2014).

Um estudo realizado com camundongos alimentados com dieta de 10% de gordura e L. gasseri por 24 semanas. Foram estudados o peso corporal, massa de tecido de gordura, conteúdo de gordura no fígado e genes inflamatórios, gene lipogênicos e lipolíticos no fígado. O consumo dos lactobacillus resultou em significativa redução do peso e gordura corporal, com baixo conteúdo de triglicérides no fígado. Análise de microarranjos de DNA mostrou que os lactobacillus, geralmente inibem o aumento da regulação de genes pró-inflamatórios, incluindo CCL2 e CCR2, no tecido adiposo epididimal. No fígado, inibiram a up-regulação dos genes envolvidos na lipogenese, incluindo ACC1, FAS e SREBP1, mas não alteraram os genes lipolíticos. Real-time PCR confirmou os resultados de microarray de DNA, em parte, mostrando uma redução significativa na expressão de mRNA de CCL2 no tecido adiposo epididimal. L. gasseri impediu significativamente o ganho de peso corporal, a acumulação de gordura e de expressão de genes pró-inflamatória no tecido adiposo. Níveis relativamente baixos de triglicerídeos e redução da expressão de genes lipogênicos também foram observados no fígado. Sugere-se que a melhoria do estado inflamatório do tecido adiposo pode ser um mecanismo possível subjacente ao efeito anti-obesidade dos lactobacillus (MIYOSHI et al., 2014).

Foi conduzido um estudo multicêntrico, duplo-cego, controlado por placebo, randomizado, com 87 adultos, com alto Índice de Massa Corporal (IMC) e gordura visceral abdominal. Os participantes foram divididos em 2 grupos, onde ambos receberam leite fermentado, mas apenas um com L. gasseri, por 12 semanas. A área da gordura abdominal foi determinada por tomografia computadorizada. No grupo que recebeu os lactobacillus, houve redução significativa, de 4,6%, da área de gordura abdominal visceral e subcutânea. Houve também perda de peso (1,4%), redução do IMC (1,5%), de circunferência (1,8%) e de quadril (1,5%). L. gasseri mostrou significativo efeito na adposidade abdominal, sugerindo sua influência benéfica nos distúrbios metabólicos (KADOOKA et al., 2010).

 

Fórmulas: Click Aqui

Conforme a RDC23/2008, art. 36 – Para a divulgação de informações sobre medicamentos manipulados é facultado às farmácias o direito de fornecer, exclusivamente aos profissionais habilitados a prescrever.

Para acessar as fórmulas é necessário solicitar a senha pelo e-mail [email protected] ou para um de nossos Farmacêuticos.

A senha será liberada exclusivamente para profissionais habilitados a prescrever.

Referências:

Cani PD, Neyrinck AM, Fava F, Knauf C, Burcelin RG, Tuohy KM, Gibson GR, Delzenne NM. Selective increases of bifidobacteria in gut microflora improve high-fat-diet-induced diabetes in mice through a mechanism associated with endotoxaemia.Diabetologia. 2007 Nov; 50(11):2374-83.

Kadooka Y, Sato M, Imaizumi K, Oqawa A, et al.Regulation of abdominal adiposity by probiotics (Lactobacillus gasseri SBT2055) in adults with obese tendencies in a randomized controlled trial.Eur J Clin Nutr. 2010 Jun;64(6):636-43. doi: 10.1038/ejcn.2010.19. Epub 2010 Mar 10.

Million M1Angelakis EPaul MArmougom FLeibovici LRaoult D.Comparative meta-analysis of the effect of Lactobacillus species on weight gain in humans and animals.Microb Pathog. 2012 Aug;53(2):100-8. doi: 10.1016/j.micpath.2012.05.007. Epub 2012 May 24.

Miyoshi M, Oqawa A, Higurashi S, Kadooka Y.  Anti-obesity effect of Lactobacillus gasseri SBT2055 accompanied by inhibition of pro-inflammatory gene expression in the visceral adipose tissue in diet-induced obese mice.Eur J Nutr. 2014 Mar;53(2):599-606. doi: 10.1007/s00394-013-0568-9. Epub 2013 Aug 6.

Oqawa A, Kadooka Y, Kato K, Shirouchi B, Sato M. Lactobacillus gasseri SBT2055 reduces postprandial and fasting serum non-esterified fatty acid levels in Japanese hypertriacylglycerolemic subjects.Lipids Health Dis. 2014 Feb 19;13:36. doi: 10.1186/1476-511X-13-36.

Park DY, Ahn YT, Huh CS, Jeon SM, Choi MS. The inhibitory effect of Lactobacillus plantarum KY1032 cell extract on the adipogenesis of 3T3-L1 Cells.J Med Food. 2011 Jun; 14(6):670-5.

Kang JH, Yun SI, Park MH, Park JH, Jeong SY, Park HO. Anti-obesity effect of Lactobacillus gasseri BNR17 in high-sucrose diet-induced obese mice.PLoS One. 2013;8(1):e54617. doi: 10.1371/journal.pone.0054617. Epub 2013 Jan 30.

 

Deixe uma resposta

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.