Arquivo de Tags: obesidade

F4T Redux: Nutracêutico para Tratamento de Controle de Peso

Conteúdo é exclusivo para médicos e nutricionistas.

- Para ver o conteúdo deste artigo, você precisa efetuar o Login.
- Caso você não seja cadastrado, faça o registro.
- É obrigado preencher todos os campos do cadastro.
- Após análise do cadastro a Farmácia Artesanal se reserva no direito de não autorizar o acesso ao conteúdo técnico.

NOVO FARMACO PARA O TRATAMENTO DA OBESIDADE: LORCASERINA

A obesidade tem alcançado proporções epidêmicas globais, com uma prevalência que quase duplicou nos últimos 20 anos. A obesidade é descrita como uma condição na qual um indivíduo tem uma quantidaperda pesode de gordura corporal muito elevada, em relação à massa magra, geralmente definido como Índice de Massa Corporal (IMC), sendo este maior ou igual a 30Kg/m2 (OMS, 2003). De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) mais de 1 bilhão de adultos no mundo, estão acima do peso, e pelo menos 300 milhões são obesos. A obesidade é o maior fator de risco para diabetes tipo 2, hipertensão, ataque cardíaco, e para muitas formas de câncer, incluindo de mama e de cólon (FONTAINE et al., 2003).

O tratamento da obesidade e de pacientes com sobrepeso, primeiramente, ocorre com mudança do estilo de vida do paciente, com dieta e atividade física. Embora a modificação do comportamento possa ser muito eficaz em alguns pacientes, a adesão ao regime prescrito é muito pequena. Assim, a farmacoterapia pode desempenhar um papel importante na conduta de perda de peso (BAUMANN et al., 2000).

Morosil®: A alternativa natural do mediterrâneo no gerenciamento do peso

Morosil® (Bionap/Itália)

A alternativa natural do mediterrâneo no gerenciamento do peso

Nome Científico: Citrus sinensis (L.) Osbeck.

A dieta mediterrânea é extremamente conhecida e considerada muito saudável por ser baseada nos alimentos característicos de alguns dos países banhados pelo mar Mediterrâneo, é rica em frutas, legumes, peixes, grãos integrais, gordura insaturada, como o azeite e quantidades moderadas de vinho. O consumo desses alimentos cotidianamente trazem inúmeros benefícios por serem fontes de vitaminas, minerais, ácidos graxos mono e poliinsaturados, fibras e antioxidantes, que proporcionam uma modulação no peso corporal, diminuição do risco de doenças crônicas e consequente aumento da longevidade.

Lactobacillus gasseri – Novo conceito para perda de peso

A obesidade está associada a alteração na microbiota intestinal. Diferentes espécies de lactobacillus estão associados a diferentes efeitos nas mudanças de peso. Vários estudiosos mostraram que o L. gasseri está associado com a perda de peso, comprovado por estudos realizados em humanos e animais (MILLION et al., 2012). O uso do Bifidobacterium ssp. foi  correlacionado com a melhora na tolerância glicose, na secreção de insulina induzida por glicose, e normaliza a inflamação (diminui a endotoxemia, citocinas pró-inflamatórias no plasma e no tecido adiposo) (CANI et al., 2007). Outro probiótico estudado é o L. plantarum que mostra redução da massa gorda, pela modulação da adipogênese em preadipócitos em maturação (PARK et al., 2011).

Quitosana e outros fitoterápicos – Papel multifuncional no combate a obesidade

A obesidade é uma doença crônica caracterizada pelo acúmulo de gordura nos adipócitos, frequentemente associada a diabetes tipo II, inflamação, hipertensão e doenças cardiovasculares. Estudos sugerem que a quitosana possui efeitos contra a obesidade. A quitosana é um polissacaríeo compreendendo copolímeros de glucosamina e N-acetilglucosamina (WALSH et al., 2013).

Nova opção para o Tratamento do Diabetes Tipo 2 em Obesos

Conteúdo é exclusivo para médicos e nutricionistas.

- Para ver o conteúdo deste artigo, você precisa efetuar o Login.
- Caso você não seja cadastrado, faça o registro.
- É obrigado preencher todos os campos do cadastro.
- Após análise do cadastro a Farmácia Artesanal se reserva no direito de não autorizar o acesso ao conteúdo técnico.

Eficácia no tratamento da dislipidemia com fitoterápicos

A dislipidemia pode ser definida como a elevação dos níveis séricos do colesterol, triglicérides, LDL, enquanto os níveis de HDL permanecem baixos. Este desequilíbrio é considerado um fator de risco alto para induzir aterosclerose e doença cardiovascular (HARNAFI et al., 2008). Vários fitoterápicos tem mostrado eficácia no tratamento da dislipidemia.

Alcachofra

A Cynara scalymus, popularmente conhecida como Alcachofra, é um importante componente da dieta mediterrânea, e é rico em componentes fenólicos bioativos, inulina, fibras e minerais (QUINNA et al., 2012). Tem sido utilizada ultimamente pela medicina tradicional como um medicamento, para fins terapêuticos. Possui uma ampla aplicação, dentre elas a atividade protetora contra danos no DNA induzidos por agentes alquilantes tóxicos (JACOCIUNAS et al., 2013), tratamento de hepatites, hiperlipidemia, obesidade e desordens dispépticas (NASSAR et al., 2013).

A Alcachofra tem demonstrado através de vários estudos clínicos o seu efeito hipocolesterolemiante, com expressiva redução dos níveis de colesterol total e LDL, especialmente em pacientes com hipercolesterolemia leve (RONDANELLI et al., 2013).

Zonisamida na terapia da Obesidade

A Zonisamida é um derivado benzoxazol, quimicamente não relacionado com outras drogas antiepiléticas. É atualmente licenciada nos EUA e Europa para o tratamento adjuvante de crises epiléticas em adultos, com diagnóstico recente. A Zonisamida exibe uma farmacocinética previsível, dependente da dose, com meia-vida de ~60h, permitindo uma administração diária de uma ou duas vezes (BRODIE, et al., 2012).

Tratamento da Hiperplasia Prostática Benigna (HPB)

Os androgênios testosterona e diidrotestosterona, além de desempenharem um importante papel no desenvolvimento e crescimento da próstata, é também responsável pelo desenvolvimento e progressão da Hiperplasia Prostática Benigna (HPB) e câncer de próstata. Entretanto, as ações desses hormônios podem ser antagonizadas pela inibição da conversão da Testosterona em Diidrotestosterona pela inibição da 5α-redutase. Esta tem sido uma abordagem terapêutica útil para as doenças citadas. Estes esteróides inibidores da enzima, finasterida e dutasterida, são utilizados na clínica para o tratamento da HPB e na quimioprevenção do câncer de próstata (AMARAM, et al., 2013). Estudos têm mostrado que a Dutasterida é efetiva, segura e bem tolerada para o tratamento, tanto em monoterapia quanto em combinação com α-bloqueadores (WU; KAPOOR, 2013).

Influência da microbiota intestinal no desenvolvimento da obesidade

O filo bacteriano presente (composto por milhares de gêneros e espécies bacterianas) no corpo humano, inclui Actinobacteria, Bacteroidetes, Firmicutes e Proteobacteria (Tabela 1) (COREEN; JAMES, 2012).

 

Cissus quadrangularis para o tratamento da obesidade e osteoporose

Uma vez considerado como um problema dos países desenvolvidos, a obesidade e as complicações relacionadas a ela (como a Síndrome Metabólica) estão se espalhando rapidamente por todo o mundo. Assim, os estudos a seguir avaliaram a aplicação do Cissus quadrangularis no tratamento da Síndrome Metabólica, particularmente na perda de peso e na obesidade central. Cissus quadrangularis é uma planta muito utilizada nos países do oriente, e análises fitoquímicas revelam um alto conteúdo de ácido ascórbico, caroteno, fitoesterois e cálcio. Todos estes componentes possuem efeitos potenciais metabólicos e fisiológicos (OBEN, et al., 2006). Extratos e pós de C. quadrangularis tem sido utilizado a muitos anos para promover a cicatrização de ossos e tecidos, como analgésico, para o tratamento de infecções, como anabólico e para promover perda e manutenção de peso (STOHS; RAY, 2012).

Gymnema sylvestre no tratamento da Diabetes Mellitus

A Diabetes Mellitus é uma desordem metabólica causada por insuficiência ou ineficiência à resposta a secreção de insulina, e é caracterizada por elevados níveis de glicose no sangue. Existem três defeitos chaves para o aparecimento de hiperglicemia na DM, o aumento da produção de glicose hepática, diminuição da secreção de insulina, e ação deficiente da insulina. Os fármacos tradicionais para o tratamento da DM agem melhorando a sensibilidade à insulina, aumentando a produção e/ou diminuindo a quantidade de glicose no sangue. A Gymnema sylvestre (GS) age aumentando a secreção de insulina, melhorando a recaptação de glicose pelo tecido adiposo e pela musculatura esquelética, inibindo a absorção de glicose intestinal e inibindo a produção hepática de glicose (PRABHAKAR, et al., 2011).

Benefícios da Terapia de Reposição de Testosterona

Reposição de Testosterona no Hipogonadismo

Há uma alta prevalência de hipogonadismo na população idosa masculina adulta e a proporção de homens mais velhos, na população, com a síndrome deverá aumentar no futuro. O hipogonadismo aumenta com a idade, e está significativamente associado com várias comorbidades, tais como obesidade, diabetes tipo 2, hipertensão, osteoporose e síndrome metabólica (DANDONA et al, 2010).

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.