UC-II: Novo ativo para o tratamento da Artrite

Compartilhe esse Artigo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A artrite aflige aproximadamente 43milhões de Americanos, os dois tipos mais comuns de artrite são a osteoartrite (OA) e a artrite reumatóide (AR) (CROWLEY et al., 2009). A osteoartrite (OA) é definida pela Sociedade Americana de Reumatologia como um grupo heterogêneo de condições caracterizadas pela degeneração da cartilagem articular e por mudanças ósseas subjacentes nas articulações (ALTMAN, et al., 1986). Tratamentos não-cirúrgicos comuns para a OA incluem os inibidores da ciclooxigenase- 2 (COX-2) e antiinflamatórios não-esteroidais, alvos para a dor e inflamação. Infelizmente, muitos destes fármacos mostram-se com eficácia limitada e são associados a diversos efeitos adversos, e a alta toxicidade (SARZI-PUTTINI et al., 2005).

Apresentação do UC-II com animação

LEIA O  NOVO ESTUDO CLÍNICO SOBRE A SEGURANÇA E EFICÁCIA DE COLÁGENO NÃO DESNATURADO TIPO II NO TRATAMENTO DA OSTEOARTRITE DO JOELHO (FASCÍCULO DO ESTUDO CLINICO)

Existe um aumento no reconhecimento da importância do papel dos nutracêuticos na manutenção óssea e na saúde das articulações. Entre os nutracêuticos, o extrato natural de colágeno como o UC-II, tem ganhado considerável atenção recentemente, devido a sua eficácia no tratamento de OA (CROWLEY et al., 2009).

O UC-II é um colágeno tipo II não desnaturado derivado da cartilagem do esterno do frango. Estudos com animais e humanos, têm demonstrado que o UC-II é efetivo e seguro para o tratamento da OA. Uma avaliação quantitativa da eficácia terapêutica do UC-II por 120 dias foi avaliada em cães com OA utilizando análise Ground Force Plate (GFP), procedimento que objetivamente mede o pico de força e a área de impulso. A suplementação com UC-II nos cachorros mostrou uma melhora significativa, indicado pela análise GFP. O pico de força aumentou 18% e a área de impulso elevou para 44%, sugerindo um aumento de força e diminuição no nível da dor (GRUPTA, et al., 2009b).

Fonte: Pharmanostra

Fonte: Pharmanostra

Os efeitos benéficos do UC-II na OA foi também observada em cavalos. No estudo, os animais foram suplementados com placebo, UC-II (320mg, 480mg e 640mg) ou uma combinação de 5400mg de glucosamina mais 1800mg de condroitina, diariamente, por 150 dias. Os animais que receberam o UC-II, nas três dosagens diferentes, apresentaram significativa redução na dor causada pela artrite. As três dosagens de UC-II apresentaram igual eficácia, entretanto 480mg foi considerada a dose ótima. Nesta dosagem, houve 88% de redução da dor em geral e 78% de redução da dor ao manusear os membros. A administração diária de UC-II reduziu significativamente os sinais e sintomas da artrite em cavalos. A glucosamina e condroitina provaram redução da dor artrítica, mas com eficácia menor que o UC-II. As três suplementações foram bem toleradas e não produziram nenhum evento adverso (GRUPTA et al., 2009a).

 

Eficácia do UC-II superior ao combinado de Condroitina e Glucosamina

A glucosamina e a condroitina são os dois nutracêuticos mais comumente utilizados em humanos, bem como em animais para aliviar as dores associada à artrite (CROWLEY et al., 2009). Estudos prévios têm mostrado que o Colágeno Tipo II não desnaturado é efetivo para o tratamento de Artrite Reumatóide (AR) (TRENTHAM, 1996 apud CROWLEY et al., 2009), e estudos têm mostrado ser efetivo também para o tratamento da OA (BAGCHI,et al., 2002 apud CROWLEY et al., 2009).

Fonte: Pharmanostra

Fonte: Pharmanostra

Em triagem clínica, 52 pacientes com OA no joelho foram divididos para receber UC-II (n=26) ou Glucosamina e Condroitina (n=26, G­­+C). Os pacientes foram avaliados clinicamente nos dias 0, 30, 60 e 90 do tratamento. A suplementação de um grupo foi feita com uma dose diária de 40mg de UC-II (20mg pela manhã e 20mg à tarde), o outro grupo recebeu dose diária de 1,5g de Glucosamina e 1,2g de Condroitina, em um total de 4 cápsulas (2 pela manhã e 2 à tarde) (CROWLEY et al., 2009).

Na avaliação WOMAC (Índice para avaliar OA no joelho e quadril) o grupo tratado com UC-II apresentou significativa melhora da dor na superfície plantar do pé, na dificuldade em andar sobre uma superfície plana e em executar as tarefas domésticas, quando comparado ao grupo que recebeu G+C. Além disso, quando os grupos foram comparados nos intervalos de visitas, as melhoras (com UC-II) em vários fatores WOMAC foram superiores ao tratamento com G+C. O tratamento com UC-II foi muito efetivo, com redução de 33% na rigidez e na dor, comparado com 14% de melhora com a G+C, após 90 dias de tratamento. Análise estatística indica que o tratamento com UC-II por 90 dias, significativamente melhorou os scores de WOMAC, em todos os pontos de avaliação. Em contraste, os pacientes que receberam G+C não apresentaram nenhuma mudança estatística nos scores de WOMAC, na avaliação feita com 90 dias de tratamento (Figura 1) (CROWLEY et al., 2009).

Ambos os tratamentos reduziram o score VAS, entretanto o UC-II foi mais eficaz, com redução de 40% após 90 dias de tratamento, enquanto a G+C reduziram 15,4 %. O Índice funcional de Lequesne foi utilizado para determinar o efeito dos diferentes tratamentos sobre a dor, durante as atividades diárias. O tratamento com UC-II reduziu 20,1% o Índice funcional de Lequesne, em comparação a 5,9% no grupo que recebeu G+C. Assim, a suplementação com UC-II mostrou melhora na qualidade de vida dos pacientes (CROWLEY et al., 2009).

 

Efeito da administração oral do UC-II na artrite

A artrite reumatóide (AR) é caracterizada pelo ataque de células T ao colágeno tipo II das articulações, o qual resulta em danos a cartilagem, inchaço nas articulações, dor e inflamação. Tentativas do corpo em remodelar as articulações, são ultrapassadas pelo ataque do sistema imune e pela degradação da cartilagem das articulações. Esses eventos são, então, caracterizados pela perda de controle da resposta auto-imune. Mecanismos envolvendo a defesa do organismo, proteção e manutenção da auto-integridade, são forças contrárias na qual os mecanismos de tolerância eficientemente suprimem o ataque imune, a um limiar necessário (BAGCHI, et al., 2002).

foto artriteUm paradigma tradicional propõe que a artrite reumatóide é uma desordem imunológica devido a um antígeno antrogênico ainda não identificado. Vários fatores imunológicos estão envolvidos, como a indução de linfócito CD4, células CD4, macrófagos, neutrófilos e fator de necrose tumoral (WEINER, 1997 apud BAGCHI, et al., 2002). Quase todas as biomoléculas responsáveis pela resposta imune adaptativa e inata são glicoproteínas. Entretanto, pouca atenção é direcionada para a possibilidade de um comprometimento da glicosilação, afetar a configuração das glicoproteínas, incluindo IgG e colágeno tipo II. Estes, após o reconhecimento e durante a sinalização da resposta imune, podem iniciar um ataque ao próprio colágeno das articulações (RUDD, et al., 2001 apud  BAGCHI, et al., 2002).

Esta perspectiva fornece informações sobre como o sistema imunológico incorre em uma perda de auto-tolerância e explora a possibilidade de falhas na glicosilação/galactosilação (afeta a síntese de glicoproteínas, alterando sua conformação tridimensional, como do colágeno tipo-II e IgG). Esse fenômeno está na raiz da deficiência do fenômeno de reconhecimento e atividade da resposta para a hiper-autoreação imune da destruição do colágeno na patogênese da AR (LANG, et al., 2001 apud BAGCHI, et al., 2002). A imunização com UC-II (antígeno) tem mostrado em induzir artrite. Entretanto, a ingestão oral de antígenos nativos não desnaturados em contato com o tecido linfático associado ao intestino, resulta em um efeito inteiramente oposto. A indução de tolerância oral, utilizando pequenas doses de colágeno tipo II não desnaturado glicosilado (UC-II), têm demonstrado efetividade em inibir o ataque de células T ao colágeno tipo II das articulações, incluindo baixa responsividade imunológica, e redução da dor e inflamação (BARNETT, et al., 1998 apud BAGCHI, et al., 2002).

 

Fórmula: Clique aqui

Conforme a RDC23/2008, art. 36 – Para a divulgação de informações sobre medicamentos manipulados é facultado às farmácias o direito de fornecer, exclusivamente aos profissionais habilitados a prescrever.

Para acessar as fórmulas é necessário solicitar a senha pelo email [email protected] ou para um de nossos Farmacêuticos.

A senha será liberada exclusivamente para profissionais habilitados a prescrever.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

Altman R, et al.1986. Development of criteria for the classification and reporting of osteoarthritis. Classifcation of osteoarthritis of the knee. Diagnostic and Terapeutic Criteria Committee of the American Rheumatism Association. Arthritis Rheum 29:1039–1049.

Bagchi, et al. 2002. Effects of orally administered undenatured type II collagen against arthritic inflammatory disease: a mechanistic exploration. Int. J. Pharm. Res. XXII (3/4) 101-110.

Crowley DC, Lau FC, Sharma P, Evans M, Guthrie, N., Bagchi, M. Bagchi, D., Dey, D. K. Raychaudhuri, S. P. 2009. Safety and efcacy of undenatured type II collagen in the treatment of osteoarthritis of the knee: a clinical trial. Int J Med Sci 6:312–321.

Grupta, C. R. et al. Therapeutic efficacy of undenatured type-II collagen (UC-II) in comparison to glucosamine and condroitin in arthritic horses. 2009a. J. Vet. Pharmacol. Therap. 32, 577-584.

Gupta RC, Lindley J, Barnes M, Minniear J, Goad JT, Canerdy TD, Bagchi M, Bagchi D. 2009b. Pain reduction measured by ground force plate in arthritic dogs treated with type-II collagen Baltimore, MD: Society of Toxicology.

Sarzi-Puttini P, Cimmino MA, Scarpa R, Caporali R, Parazzini F, Zaninelli A, Atzeni F, Canesi B. 2005. Osteoarthritis: an overview of the disease and its treatment strategies. Semin Arthritis Rheum 35:1–10.

 

 

 

43 Respostas para UC-II: Novo ativo para o tratamento da Artrite

  1. JEAN PIERRE FERREIRA DA SILVA disse:

    gostaria de comprar esse produto pois teho dores o joelho e minha esposa o joelho e juntas da mão ..quero saber como faço para adquirir esse produto seguramete obrigado pela atenção me mande em portugues escrito

  2. Neusa, estou com problema sério de joelho, desde rompimento de menisco, desgaste de cartilgem, cisto, etc e meu médico receitou a fórmula contendo UC -II, como soumuito curiosa e estava sofrendo muito com dores, mesmo tomando remédios de outros médic disse:

    estou com problema sério de joelho, desde rompimento de menisco, desgaste de cartilagem, cisto, etc e meu médico receitou a fórmula contendo UC -II, como sou muito curiosa e estava sofrendo muito com dores, mesmo tomando remédios de outros médicos, fui pesquisar e fiquei muito feliz com as informações, espero que melhore como explica no artigo, obrigada a vocês e ao médico especialista em joelho DR. Fabrício Correa.

    • Carlos Ferreira disse:

      Neusa peça para seu médico fazer a receita com vitamina D e vitamina C
      A vitamina D ajuda a fortificar os ossos e a vitamina C ajuda contra os radicais livres e ajuda a na metabolização do remédio, tenho o mesmo problema que você rompimento de menisco e tem em ajudado bastante quanto a dores.

  3. Regina Maria disse:

    Estou tomando UCII há quase 2 meses. Senti uma grande melhora no meu joelho ( já tenho até conseguido dormir). Gostaria de saber se UC II tem algum outro efeito no organismo. Tenho sentido mudanças no funcionamento do meu intestino e algumas alterações dermatológicas. Pode ser efeito do UC II?

  4. luis carlos cardoso disse:

    Estou tomando UC II 40 mg já a 5 meses. Somente UC II sem associações. Não sinto mais dores no joelho e posso me movimentar livremente e sem dor. Só que após uma interrupção por 1 semana as dores voltaram, por consequencia voltei a tomar novamente UC II. Pergunto: o uso contínuo de UC II desenvolve algum efeito colateral ? Posso continuar tomando…..

  5. jandira carvalho disse:

    gostaria de saber conto tempo poso tomar

  6. marilis vidigal disse:

    Gostaria de saber se o colágeno UC-II melhora a pele, cabelos, unhas e repõe o que perdemos com a idade.

  7. viviane marchi disse:

    EU ESTOU COM ARTRITE REUMATOIDE DESDE FEV/2013, FIZ VÁRIOS TRATAMENTOS QUE SÓ SERVIRAM PARA DESEQUILIBRAR MINHA PRESSÃO E MEU DIABETES, AÍ EM OUTUBRO/2013, FIQUEI SABENDO DO UCII, COMO PRECISAVA ESPERAR PARA QUE MEU ORGANISMO SE LIMPASSE DAQUELA MEDICAÇÃO PESADA, COMECEI A TOMAR O UCII EM 11/11/2013, HOJE AINDA NÃO FAZ 3 MESES, EU EU JÁ TENHO COMPROVAÇÃO DA MINHA MELHORA ATRAVÉS DE MEUS EXAMES, ESTOU FELIZ POR TER INICIADO O TRATAMENTO, APESAR DA HEMOSSEDIMENTAÇÃO TER AUMENTADO, OUTROS EXAMES JÁ ESTÃO DENTRO DA NORMALIDADE E EU JÁ NÃO TENHO MAIS DORES, INCLUSIVE VOLTEI A ATIFIDADE FÍSICA, FAÇO HIDRO E ESTOU ME SENTINDO MUITO BEM.

  8. maria cristina pereira magalhães disse:

    prezado(a)o meu problema é osteoartrose,já com total destruiçao da cartilagem,tenho crises horríveis de dor posso usar esse colageno?e como posso comprar?aguardo resposta.
    obrigada.

  9. Simone Riegel disse:

    Boa tarde!
    Gostaria de saber qual é o tempo máximo de tratamento e tb a média de tempo do tratamento com este medicamento.
    Tb gostaria de saber a média de preço em farmácias de manipulação.
    Simone

  10. maria aparecida disse:

    o medico receitou uc2 para minha filha, apos um acidente em que ela teve que ser operada do joelho.So que não consigo encontrar o medicamento.Alguem sabe onde encontrar em São Paulo?

  11. Isolda Candiota Crisóstomo disse:

    Estou tomando UC-II 40mg associado a condroitina e glucosamina a dois meses. Meu problema no joelho e em todas as articulações sumiram. Não sinto dor nenhuma. Depois de 3 meses de uso do UC-II, farei uma avaliação médica.

  12. Daniel Alves de Araujo disse:

    Boa Noite, tenho comdromalacia no joelho, gostaria de saber se o UCII é recomendado para esses casos?

    Desde já obrigado.

  13. Ladislau de Jesus Garin de Oliveira disse:

    Prezado Dr. Gabriel!

    Tenho sérios problema de joelho, já fiz duas cirurgias em cada um, e inclusive tenho condromalácia no joelho esquerdo e, recentemente surgiu hérnia de disco na lombar e na cervical, sendo que a da lombar, fui submetido a cirurgia para remoção da hérnia, mas nunca mais voltei a ser a mesma pessoa, pois tenho muita dificuldade par me locomover e até mesmo para repousar.
    Do exposto, gostaria de saber do senhor se o medicamento UC II também resolve problema de desgaste das cartilagens da coluna.

    Att,

    Ladislau

  14. Viviane disse:

    Boa noite, gostaria de saber qual a melhor forma de tomar UCII em capsula ou em pó? Posso tomar apos o cafe da manha junto com outros comprimidos que tomo(omega 3, colageno, calcio, gincobiloba, vitamina C) ou é melhor toma-lo sozinho, separado dessas vitaminas? Tomo chá no cafe da manha, posso tomar capsula de UC II com cha morno ou corta o efeito sendo melhor toma-lo com agua? Posso tomar UCII de forma continuada ou só por um tempo? Esclareço desde logo q foi-me precrito por medico devido a problemas que tenho no joelho quanto a cartilagem, condromalacia, desgaste, tenho tambem osteoporose. UCII tambem é bom para osteoporose?
    Obrigada pela atenção.
    Att.

  15. andre disse:

    Posso tomar a glucosamina junto com o uc2?

  16. JENIFFER disse:

    Tenho suspeita de artrite psoriática, tenho inchaço em meu joelho e tornozelo, porém os exames não mostram lesão de cartilagem,nem dos ossos, somente aumento do líquido sinovial, poderia usar o UCII para fim de diminuir meus inchaços e esse líquido que fica parado em minhas articulações?

  17. tomo condrofex capsulas ja alguns anos sera uc2 daria mais resultados

  18. Sonia Maria F. disse:

    Minha amiga começou a usar o UC-II-Colágeno Tipo II e ela tem a mesma coisa que tenho: ARTROSE na cabeça do Fêmur.O Médico dela indicou esse colágeno e ela mandou manipular.
    Fui submetida a um procedimento cirúrgico para colocação de um STENT numa das artérias do coração.Será que tem contra-indicação para eu usar esse colágeno???
    Quero saber se minha filha também poderia tomar esse colágeno,pois faz dois meses que ela teve (e tem )duas “EXTRUSÕES DE HÉRNIA” LOMBAR.
    Obrigada.

  19. ane disse:

    A medicação uc2 pode ser tomada como uso continuo? Existe alguma contra indicaçã?

  20. Adellaide disse:

    Tenho discopatia degenerativa e duas hernias de disco na lombar, qual a ação doUC-II nesse caso?

  21. Adellaide disse:

    Gostaria de saber tb se existe algum efeito colateral do produto.

  22. Regina Shine disse:

    UC II contém anti inflamatório e corticoide na sua composição?
    Ele repõe a cartilagem e o alívio da dor é sanado por essa reposição?
    Agradeço e aguardo resposta

  23. Renata disse:

    Bom dia, gostaria de saber se grávidas ou lactantes podem tomar esse medicamento.
    Obrigada

  24. gjw disse:

    Como comprar o produto acima, tendo em vista que o meu ortopedista na última consulta prescreveu o produto Colágeno UC II. Aguardo retorno em português.Obrigado. G

  25. Katia disse:

    Estou tomando menos que 25dias e ainda nada de melhorar as dores dos joelho e dos pés , ainda me apareceu um dor nos quadris , pode ser que seja o remédio trabalhando nessa aérea , estou assustada dores em todas as articulações até nós dedos ombros , já tive vontade de parar de tomar , o que devo fazer? Alguém pode me explicar ?

  26. jose disse:

    Eu estou usando o UC-II faz dois meses e tenho sentido melhoras incríveis. Já usei condroitina com glucosamina por anos e agora percebo que este suplemento faz melhor efeito. Foi minha homeopata que indicou.

  27. josecarlos disse:

    Prezados Srs.
    Sou médico e tenho uma dúvida: como o colágeno, sendo uma proteína, será absorvido a nível intestinal, sem ser metabolizado pelas enzimas proteolíticas do trato digestivo superior?
    Grato pela atenção.Aguardo a resposta.
    Att.
    Dr. José Carlos Breviglieri
    C.R.M. 20805

    • Gabriel Bastos disse:

      Prezado Dr. Jose Carlos,
      Buscamos a resposta ao departamento técnico do distribuidor do UC II no Brasil, segue resposta:
      “O nosso organismo não absorve colágeno, tampouco proteínas. Absorvemos aminoácidos, e, mais recentemente, surgiram evidências de que podemos absorver também alguns conjuntos pequenos de aminoácidos (peptídeos). Portanto, qualquer conjunto maior que um aminoácido deverá primeiro ser quebrado pela digestão.
      O processo de digestão de proteínas requer energia e a ação de algumas enzimas específicas.
      O colágeno é uma molécula proteica complexa, formada por uma tripla hélice que confere grande estabilidade energética. Assim sendo, é muito difícil para o corpo digerir o colágeno quando consumido em sua forma intacta.
      Por isso mesmo, quando consumimos grandes quantidades de colágeno pensando em suplementação, este deve ser consumido sob a forma de colágeno hidrolisado (que é uma quebra da molécula original do colágeno em pequenas porções). Desta forma nosso sistema digestivo conseguirá quebrar estas moléculas já pré-quebradas em aminoácidos.
      O colágeno intacto (não hidrolisado/não desnaturado) praticamente não é digerido, tampouco absorvido, por isso passa intacto por todo sistema digestivo. Assim ele consegue atingir as placas de Peyer.

      Por isso, UC-II consegue comprovadamente atingir as Placas de Peyer no nosso organismo, comprovado inclusive por testes realizados em meio idêntico ao estomacal.

      Se ainda assim restar dúvida, conforme informado pelo nosso médico parceiro, Dr. Gustavo Campos, temos a sugestão de alguns artigos para leitura e melhor entendimento do processo pelo médico.

      Livro Guyton & Hall, da editora Elselvier, para mais informações em relação ao colágeno intacto não ser digerido.
      Recomendo a leitura dos artigos de Nagler-Anderson et al, Weiner et al e Corthay para esclarecimentos da parte imunológica, e Barnett et al, Crowley et al e Lugo et al, artigos publicados em periódicos médicos, para informações mais clínicas

      Lembrando também que o UC-II não é absorvido. Depois que a molécula intacta passa pelo estomago, chega ao intestino e se liga às placas de Peyer, desencadeando a cadeia de reações imunológicas relativas ao mecanismo de ação do UC-II, a estrutura proteica, ou seja, o colágeno, é excretado. O mecanismo de ação se baseia em tolerância oral.”
      Marina Terassi Jordão Delfini
      Farmacêutica P&D
      Pharma Nostra

      Atenciosamente,
      Gabriel Bastos

Deixe uma resposta

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.